Ações integradas, da limpeza de igarapés à novas UBSs, melhoram a saúde da população

Por Prefeitura de Manaus – 24, fevereiro, 2024 – Conteúdo de responsabilidade do anunciante


A Prefeitura de Manaus tem cuidado da saúde da população com um amplo leque de ações, que se complementam, desde o investimento no saneamento, ampliação das ações de limpeza dos espaços públicos, dos igarapés à reestruturação da rede de unidades básicas de saúde.

Neste início de ano, duas novas Unidades de Saúde da Família (USFs) foram entregues:  Anna Barreto e Parque das Tribos, localizadas nas zonas Norte e Oeste, respectivamente. Na UFS Anna Barreto, bairro Cidade de Deus, que passou por ampla reforma, será possível realizar 36 mil procedimentos por mês. Já a unidade Parque das Tribos, segunda de grande porte construída na atual gestão municipal, com capacidade para 24 mil procedimentos mensais, será referência para os bairros Tarumã e Tarumã-Açu, que reúnem 34,5 mil pessoas e a maior população indígena da área urbana da capital, com 35 etnias.

Como mais essas duas entregas, chega a 68 o número de unidades da rede de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) completamente reformadas.

Todo esse investimento é um marco histórico, que representa uma verdadeira revolução na área, reconhecida pela população e pelas autoridades públicas em âmbito nacional.

O Ministério da Saúde divulgou, no dia 1º de fevereiro, que Manaus conquista pela sétima vez consecutiva o título de capital com a melhor atenção em saúde básica do País, segundo o ranking do programa Previne Brasil.

Somado ao investimento na infraestrutura, a valorização dos profissionais da saúde, incluindo o aumento do quadro de pessoal, tem proporcionado a ampliação da cobertura da atenção básica, que atualmente alcança a casa dos 80%. No início da atual gestão, em janeiro de 2021, esse indicador era inferior a 50%.

É Manaus que cresce e todo dia muda. É trabalho da Prefeitura!

E nos igarapés da cidade, a Prefeitura de Manaus segue com as ações de limpeza e desassoreamento. E neste início de ano, uma novidade: a instalação de ecobarreiras, que retém o lixo, facilitam a coleta dos desejos sólidos e evitam que cheguem ao Rio Negro. Além disso, as ecobarreiras com filtros biológicos, com mureru, também auxiliam a reter a poluição orgânica.

Esse trabalho foi iniciado no igarapé Beira-Rio, em trecho localizado entre as avenidas Beira-Rio e Beira-Mar, no bairro Coroado, zona Leste de Manaus, e deve ser ampliado para outros igarapés da capital amazonense em breve.

Com a dragagem, que também está sendo realizada nas principais bacias, a Prefeitura reduz a incidência de transbordamento de igarapés. E com a limpeza dos mananciais e os investimentos em saneamento, o poder público também contribui efetivamente para a redução no número de casos de doenças relacionadas a esses tipos de casos.