Mais água para nossa gente

Por Prefeitura de Manaus – 28, maio, 2024

Para que cada cidadão possa receber em sua casa água de qualidade, ela deve ser captada e tratada, se tornando potável. O acesso a água é um direito fundamental, reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como condição essencial para a vida e assegurado na Constituição Federal do Brasil. Apesar disso, Manaus vinha acumulando décadas de problemáticas no fornecimento e ausência deste serviço.

Agora, em quase 1 mil dias da atual gestão, a realidade é outra: com 200 mil moradores de comunidades, becos, palafitas e outras áreas, antes desassistidas, com acesso à água tratada regular pela primeira vez, garantindo a universalização do serviço na cidade de Manaus. O benefício também está proporcionando a estes cidadãos o acesso a comprovante de residência.

Dentre as áreas que vivem esta nova realidade está a comunidade Coliseu, no São José; o Parque das Tribos e o Beco Nonato, na Cachoeirinha.

O beco Nonato é, inclusive, a primeira área de palafitas de Manaus a receber água tratada e rede de esgoto. São mais de 900 moradores beneficiados. O trabalho, finalizado ainda no primeiro semestre de 2023, envolveu a concessionária do serviço, a Águas de Manaus, e duas estruturas diretas da prefeitura: a Unidade Gestora de Projetos Municipais de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (UGPM-Água) e a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman).

Além da água, a rede de cobertura sanitária de esgotamento de Manaus também avançou, chegando a 26% da população, alcançando hoje 630 mil pessoas com os serviços de coleta e tratamento de esgoto. O trabalho continua com a meta de alcançar 30%, até o final de 2023.

As ações estão garantindo dignidade às famílias e o reconhecimento nacional. Segundo o “Trata Brasil”, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público com trabalho voltado para os avanços do saneamento básico no país, Manaus é a capital do Norte que mais avançou em saneamento básico.

Além de proporcionar o acesso a esses serviços, outra preocupação da prefeitura foi garantir o custo baixo da água. Desta forma, 500 mil pessoas que vivem em situação de pobreza e extrema pobreza são hoje assistidas com a tarifa social, contemplando cidadãos com bons descontos na conta de água.  

É mais água, qualidade de vida, saúde e dignidade para nossa gente. É trabalho da Prefeitura de Manaus.