Manaus mudou: água tratada e cultura agora são para todos

Por Prefeitura de Manaus – 18, abril, 2024

Em dois anos e meio de gestão, a Prefeitura de Manaus conseguiu mudar a realidade de milhares de famílias da cidade. De Norte a Sul e Leste a Oeste, a população que sofria anteriormente pela ausência de água encanada e tratada em bairros e comunidades, hoje pode comemorar e usufruir desse direito. A água na torneira não é mais sonho. Esse direito básico virou realidade.

Hoje, mais de dois milhões de habitantes da cidade podem contar com o fornecimento regular de água. É a universalização do serviço. Para alcançar esta realidade, a prefeitura implantou mais de 160 mil metros de rede de distribuição de água em 85 localidades. Foram priorizadas áreas de extrema vulnerabilidade, como palafitas e comunidades como a Coliseu, no São José; São Francisco, Ismail Aziz e Parque das Tribos, no Tarumã; Cidade Alta 1 e João Paulo 4, no Jorge Teixeira.

Nestas áreas, as famílias eram obrigadas a lidar com cacimbas, baldes, carrinhos de mão e camburões. Além do acesso ao serviço, 500 mil pessoas de baixa renda também foram beneficiadas com desconto no pagamento da conta de água, por meio da tarifa social. E mais: o documento é agora para estas famílias um comprovante de residência, ampliando suas possibilidades.

A prefeitura também tem garantido atenção a quem vive da cultura em Manaus. São pelo menos 15 editais de fomento lançados, contemplando trabalhadores e artistas de diversos segmentos, que agora podem difundir seus trabalhos.

E pela primeira vez, Manaus tem um Plano de Cultura. Uma conquista histórica. A cultura virou política social, com lei de incentivo.

Os avanços não param. Agora, a população pode ter acesso gratuito a shows culturais. A última edição do Sou Manaus teve recorde de artistas e público de 380 mil pessoas. Um marco! Tem ainda a programação gratuita no Casa de Praia Zezinho Corrêa, na Ponta Negra, reformada após quase duas décadas fechada.

E as manifestações culturais nos bairros têm ganhado atenção na gestão. O Festival Folclórico do Amazonas reuniu apenas no período de 11 a 25 de junho 99 grupos de dança, fomentando empregos temporários e renda.   

A prefeitura está mudando a vida de quem precisa e mudou Manaus.

Em breve, mais mudanças virão.